Crédito da foto: Roberto Ricciuti/Redferns

O técnico de Rutherford revela porque as guitarras para iniciantes se tornaram as favoritas da lenda do prog

A Squier Bullet Stratocaster é uma das guitarras para iniciantes do mercado, mas não são apenas iniciantes que usam, até as lendas as amam. Você pode até mesmo ver estrelas usando uma, assim como Mike Rutherford faz.

Em uma recente entrevista para a Guitar Player, o técnico de Rutherford, Steve Prior, revelou que a Strato básica – o modelo mais barato que fender faz – é atualmente o favorito do co-fundador do Genesis, que ele está usando todas as noites na frente de milhares de fãs na turnê The Last Domino?

“Sua favorita é uma com acabamento chamado Sonic Grey”, disse Prior a Guitar Player. É a primeira guitarra que ele quer tocar todos os dias.”

Crédito da foto: Divulgação Fender/Squier

Rutherford comprou sua Sonic Grey Bullet Strat e uma segunda em Arctic White na Cidade do Cabo, depois de deixar para trás seu Fender Clapton Strat. E Prior diz que comprou mais duas para Rutherford na filial de Newcastle da GuitarGuitar. Ele descreve as guitarras com corpo de poplar como  o peso-leve e corpulento Strat como “guitarras incrivelmente boas pelo preço”.

Rutherford se encantou com as Bullet Strat durante o lockdown, tocando-as através de um pequeno amplificador de estudo da Blackstar.

“Mike simplesmente se apaixonou por ela tocando junto com seu laptop e reaprendendo todas as músicas do Genesis”, disse Prior. “Foi por quase todo o primeiro confinamento porque ele não tinha permissão para sair da Cidade do Cabo. Ele estava preso lá. Mas ele voltou dizendo o quanto ele amava esta guitarra.

O acabamento Sonic Grey fica bem sob as luzes. Mas se você está se perguntando como uma Strato de entrada vai aguentar um mega show, a resposta é – surpreendentemente bem. Com algumas mododificações criteriosas, a Bullet Strat pode ser transformada de máquina de prática de quarto para um guerreiro da estrada.

De fato, o Bullet Strat foi uma cobaia ideal para nossas primeiras modificações, talvez colocando um novo conjunto de captadores ou trocando o hardware como Prior fez, trocando as tarraxas originais, ponte e saddles por peças Gotoh mais resistentes e de melhor qualidade.

“Captadores? Prior disse que Rutherford gosta do timbre dos originais na maior parte do tempo.”

“Mike adora o som dos captadores”, disse Prior. “Embora em algumas dessas guitarras eu tenha colocado captadores de ponte Fender Noiseless, apenas no caso de termos alguma interação com a enorme tela LCD de 70 pés do palco.” Com telas LCD gigantes é menos um problema para a maioria de nossos shows.

A experiência de Rutherford com a Bullet Strat mostra que você pode colocar uma guitarra de nível básico, como os modelos leves feitos na Indonésia mais do que adequados para o palco. Qualquer um que perceber isso vai ter, sem dúvida, uma boa  Stratocaster em suas mãos. Você tem a escala de 25,5″, o braço de maple em um perfil C fino, um tremolo em estilo vintage, e uma riqueza de timbres que seu trio de captadores single e chave seletora de cinco posições.

Além de trocar o hardware, Prior fez upgrade na elétrica, usando potenciômetros CTS e componentes switchcraft, e depois de ajustar o nut e os trastes a Bullet Strat estava pronta para um grande show. E como você pode ver na foto no topo da página, Rutherford orgulhosamente mantém o decalque Squier no headstock. Nada mal para uma guitarra barata.

Saiba mais em: Site oficial Fender/Squier

Leia mais em: Fractal lança a FM9

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui