Eddie Van Halen, o lendário guitarrista e co-fundador da banda Van Halen, morreu na manhã do dia 06/10/2020, após uma longa batalha contra o câncer.

Fontes diretamente ligadas ao astro do rock disseram que ele morreu no Hospital St. John em Santa Monica. Sua esposa, Janie, estava ao seu lado, junto com seu filho, Wolfgang, sua ex-esposa Valerie Bertinelli, e Alex, irmão de Eddie e baterista da banda.

Eddie já lutava contra o câncer há mais de uma década, o seu estado de saúde piorou bastante nas últimas 72 horas e, infelizmente, ele não resistiu, perdendo a batalha contra a doença.

Nos últimos 5 anos Eddie foi várias vezes para a Alemanha para fazer tratamento de quimioterapia. Embora tenha sido um fumante pesado por muitos anos, ele acreditava que desenvolveu câncer de garganta a partir de uma palheta de metal que ele costumava segurar frequentemente com a boca por mais de 20 anos.

No último ano ele entrou e saiu do hospital muitas vezes, inclusive em novembro de 2019 por problemas intestinais, e recentemente foi submetido a mais uma rodada de quimioterapia.

No entanto, ele continuou a assistir a shows e ensaiar com seu filho Wolfgang, que se tornou baixista do Van Halen, desde a saída de Michael Anthony em 2006.

Wolfgang publicou a notícia em seu Instagram… “Ele era o melhor pai que eu poderia pedir. Cada momento que compartilhei com ele dentro e fora do palco foi um presente. Meu coração está partido e eu acho que eu nunca vou me recuperar totalmente dessa perda. Ele acrescentou: “Eu te amo muito, pai.”

Eddie foi considerado um dos melhores e mais influentes guitarristas de todos os tempos, foi um divisor de águas…

Eddie formou o grupo em Pasadena, em 1972 com seu irmão, Alex, na bateria, Mark Stone (substituído em 1974 por Michael Anthony),  no baixo e David Lee Roth cantando. Eddie foi o principal compositor no álbum de estreia, em 1978, que lançou o grupo ao estrelato do rock. O maior destaque desse álbum foi o solo excepcional “Eruption”.

Van Halen lançou vários hits, entre eles “Runnin’ with the Devil”, “Unchained”, “Hot for Teacher”, “Panama” e “Jump”… e mesmo com a saída de David Lee Roth em 1985, a banda emplacou vários sucessos com Sammy Hagar nos vocais.

A banda já havia alcançado o superestrelato e, em 1983, Eddie gravou o icônico solo da música “Beat It” de Michael Jackson…

Em 2007, a banda Van Halen foi introduzida no Hall da Fama do Rock & Roll e Eddie é considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos e continua influenciando muitos guitarristas até hoje.

Eddie partiu, mas seu legado fica para a eternidade. Obrigado mestre!!!

Leia mais: Em suas redes sociais guitarristas do mundo todo prestam homenagens a Eddie Van Halen.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui